A Cooperativa Regional de Energia Taquari Jacuí, CERTAJA Energia, foi fundada em 17 de outubro de 1969. Distribui energia elétrica para mais de 23.500 cooperados e clientes, localizados em 19 municípios do Rio Grande do Sul.

Conheça a história completa

A empresa foi fundada em 17 de outubro de 1969, quando o então Presidente da República Arthur da Costa e Silva incumbiu o Prefeito Municipal de Taquari, Sr. João Carlos Voges Cunha, de fundar uma Cooperativa, aproveitando um programa federal de eletrificação rural. O programa tinha por objetivo levar o desenvolvimento através da energia elétrica, visando qualidade de vida, aumento da produção e contenção do êxodo rural. Nasceu assim a Cooperativa Regional de Energia Taquari Jacuí.

No início, o alvo principal a ser atingido eram as propriedades rurais, localizadas dentro da área de atuação da cooperativa, com o objetivo de fornecer energia elétrica aos produtores, proporcionando-lhes mais conforto e consequentemente uma melhor qualidade de vida.

Após alguns anos, sentindo a necessidade de diversificar suas atividades e ampliar sua participação no mercado dos negócios, no ano de 1975, resolveu ingressar no segmento de bens duráveis (materiais elétricos e eletrodomésticos). Em 1993, a CERTAJA a pedido da comunidade, encampou a Cooperativa de Produção de Grãos de Taquari – COMITAL, que, na ocasião, encontrava-se em dificuldades financeiras. Assim, nesta época, seu leque de negócios incluiu, além da Distribuição de energia elétrica, Engenho de arroz, Agroveterinária e Supermercado.

Em 1º de janeiro de 2008, por exigência da legislação do setor elétrico brasileiro, através da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), aconteceu o desmembramento dos negócios da Cooperativa. A CERTAJA Energia passou a trabalhar apenas com a Distribuição de Energia Elétrica. Foi criada a CERTAJA Desenvolvimento para administrar os demais negócios.

Em 13 de agosto de 2008, a CERTAJA Energia foi regulamentada como permissionária de serviço público de energia através de assinatura do Contrato de Permissão. A homologação partiu da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) através de publicação no Diário Oficial, Resolução Autorizativa 1477. A CERTAJA Energia foi a primeira cooperativa de eletrificação a receber a outorga de permissionária no Rio Grande do Sul.

Com o objetivo de atender o franco crescimento, tanto em número de cooperados quanto no aumento do consumo, a Cooperativa investe constantemente em novas tecnologias, para que seus cooperados tenham serviços e atendimentos de excelência.

Dentre estes investimentos, destaca-se a reforma e a reestruturação de praticamente todo seu sistema elétrico, com a implantação de uma linha de 69kV com extensão de 44 km e duas subestações rebaixadoras ao longo da mesma, que atendem mais de 65% da demanda da Cooperativa. Outro importante investimento que esta sendo realizado é a automação de equipamentos de proteção e manobra, de modo que determinadas falhas no sistema são resolvidas à distância, de modo muito mais rápido e eficiente.

A preocupação da CERTAJA com o atendimento ao cooperado fica evidenciada nos diversos canais de comunicação que possui. No final da década de 1990 implantou o serviço Disque Energia (0800) e, em seguida, providenciou a abertura de Postos de Atendimento e Postos de Arrecadação. Desde então, investe constantemente em novas tecnologias, como o serviço de SMS gratuito, a agência virtual (disponível no site, podendo ser acessada em qualquer tipo de computador, smartphone ou tablet) e a leitura e emissão instantânea da fatura de energia.

Todos estes esforços demonstram o comprometimento que a CERTAJA tem em estreitar os laços com seus cooperados, oferecendo um serviço diferenciado e personalizado.

Atualmente, a Cooperativa distribui energia elétrica em 19 municípios, atendendo mais de 23.500 cooperados ativos. Possui aproximadamente 4.000 Km de redes, onde estão instalados 53.580 postes (98% de concreto), com 4.662 transformadores de distribuição.

Área de atuação:

mapa-atuacao-energiaTaquari, Triunfo, Montenegro, General Câmara, Vale Verde, Tabaí, Fazenda Vilanova, Barão do Triunfo, Cerro Grande do Sul, Mariana Pimentel, Sertão Santana, Rio Pardo, Passo do Sobrado, Santa Cruz do Sul, Paverama, Bom Retiro do Sul, Sentinela do Sul, Nova Santa Rita e Capela Santana.


Filosofia Empresarial

 

Missão:

Fornecer energia confiável, de forma sustentável, valorizando o relacionamento e a melhoria da qualidade de vida do cooperado.

Visão de futuro (2020):

Ser reconhecida por seus cooperados como referência de qualidade no fornecimento de energia e no atendimento prestado por seus colaboradores.

Valores:

Cooperação, segurança, comprometimento, competência, ética e relacionamento.

Princípios Cooperativistas

Adesão voluntária e livre, Gestão democrática, Participação econômica dos membros, Autonomia e independência, Educação, formação e informação, Intercooperação e Interesse pela comunidade.

Política da qualidade da CERTAJA Energia

Satisfazer o cooperado/consumidor ao fornecer energia elétrica dentro dos padrões técnicos e de segurança do setor elétrico, buscando:

  • Cumprimento do contrato de permissão, requisitos regulamentares da ANEEL e diretrizes estatutárias da cooperativa.
  • Confiabilidade na coleta, geração e envio dos dados de indicadores de continuidade individuais e coletivos, serviços comerciais e reclamações a ANEEL.
  • Eficiência no tratamento das reclamações dos cooperados/consumidores e demais partes interessadas.
  • Investimento em tecnologia, aperfeiçoamento contínuo dos colaboradores e melhoria contínua de nosso Sistema de Gestão da Qualidade.
  • Sustentabilidade econômica seguindo os princípios cooperativistas e com responsabilidade socioambiental.

Fatos e fotos:


CERTAJA em números:

  • Número de funcionários: 148
  • Empresas terceirizadas: 03 (50 funcionários)
  • Total de cooperados: 27.045
  • Total de instalações consumidoras: 23,587
  • Extensão de redes: 4.309 Km
  • Consumidores por Km: 5,47
  • Consumidores meio rural: 86%
  • Consumo médio: 314,15 kWh
  • Postes instalados: 53.946 sendo que 98% são de concreto
  • Quantidade de transformadores: 4.715 unidades
  • Potência instalada: 108.213 kVA.

(Dados atualizados em out/2016)