MONTAGEM DE ESTRUTURAS PARA EQUIPAMENTOS

De 11 a 14 de maio foi realizado o treinamento de Montagem de estruturas para equipamentos. Com base nos padrões de trabalho da Fecoergs, o curso teve como objetivo proporcionar aos participantes os conhecimentos e as habilidades essenciais para o desempenho das atividades de montagem de estruturas para equipamentos de redes aéreas de distribuição de energia elétrica. Quinze colaboradores dos setores SOD, Obras e Serviços elétricos receberam as 32h de capacitação que contou com o apoio do Sescoop/RS.





ESPAÇO LIVRE

Confira o texto que Fátima Silva, gestora do RH, sugere para leitura nessa semana!

A mágoa que nutrimos…

Há pessoas que carregam mágoas intensamente, de maneira em que o simples pensamento no determinado fato ou pessoa que a magoou traz à tona fortemente todos os sentimentos negativos.

Quando nos magoamos, assumimos uma posição extremamente defensiva, como se o mundo estivesse pronto para nos atacar a qualquer instante, e acabamos não aproveitando a vida.

Esse encolhimento diminui a nossa potência de realização daquilo que queremos, além de estarmos sempre entregues ao outro, pois apontamos dedos arranjamos sempre culpados pelas coisas que nos magoaram.

Por isso, a mágoa em relação a um determinado fato acaba se espalhando para os mais diversos aspectos das nossas vidas, nos travando e impedindo o bem estar e a felicidade. Portanto, é imprescindível ser capaz de transmutar as mágoas, de forma que elas não tomem mais um papel de protagonista nas nossas vidas.

E o que vem antes mesmo da mágoa? A raiva em relação a determinada pessoa ou situação, seja lá o que tenha acontecido. O sentimento de raiva é carregado de energia, de potência de ação. Porém, quando estamos magoados, acabamos internalizando esse sentimento e ele se cristaliza em formato de mágoa, uma vez que o impulso de ação não foi realizado.

Assim, essa verdadeira pedra criada no seu coração vai minar a sua potência, pois ela fará você gastar sua energia procurando culpados pelo que te causou essa dor.

Por isso, toda vez que você sentir raiva de alguém ou de algum fato que está te ocorrendo, se pergunte: como posso AGIR para mudar isso? Como transformar algo que me desagrada em algo que me agrada?

Não adianta procurar a culpa. É hora de pegar toda a energia de ação gerada pela raiva e agir, tentar mudar a situação. Não espere que as pessoas mudem ou que o mundo mude para que você não se magoe mais! Isso parte de você. Você é o responsável por essa transmutação e pela capacidade de não sofrer mais, e sim, realizar e agir para melhorar a sua vida.

Fonte: Ane Gägño-Terapeuta.



IMAGEM DA SEMANA

PATRIMÔNIO CULTURAL – Foi aprovado na última semana o projeto de lei que torna o fervido o Patrimônio Cultural de Taquari. A iniciativa foi encaminhada no ano passado ao legislativo.

“A identidade de nossos povoadores açorianos deve ser preservada, registrada e protegida de forma legal, juridicamente, para não deixar cair no esquecimento a história daqueles que aqui chegaram e, com suas mãos e seu trabalho, construíram nossa cidade”, afirma a Coordenadora de Cultura, Sabrina Freitas.  Fonte: Facebook Prefeitura Municipal de Taquari



APLICAÇÃO CORRETA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

De 4 a 6 de maio aconteceu o curso Aplicação correta de defensivos agrícolas na Associação dos Produtores Rurais da localidade de Fanfa, em Triunfo. Sete cooperados participaram do curso, que foi baseado na NR31 para estabelecer os preceitos a serem observados na organização e no desenvolvimento das atividades da agricultura, pecuária, silvicultura e exploração florestal. A atividade teve a parceria do Sindicato Rural de Triunfo, SENAR e CERTAJA.


ELEIÇÕES ACERTA

A colega Anelise Costa dos Reis, presidente da Associação dos Funcionários da CERTAJA – ACERTA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Estatuto Social, comunica a todos associados que estão abertas as inscrições de chapas da nova diretoria, gestão 2021/2022 da ACERTA, até o dia 14 de maio de 2021, às 18 horas. A inscrição deve ser encaminhada via Zimbra para a ACERTA. Maiores informações com Marina (RH) e Miriam (Comercial).


ESPAÇO LIVRE

Confira o texto que Fátima Silva, gestora do RH, sugere para leitura nessa semana!

Saúde mental em distanciamento social

Confira algumas orientações para cuidar da mente durante do isolamento.

Diante do cenário atual, cabe ressaltar a importância do cuidado com a saúde mental. Por isso, separamos algumas orientações importantes para que você possa passar por esse momento de isolamento de forma leve, buscando minimizar os efeitos da nova rotina que se estabelece mundialmente no contexto da pandemia do novo coronavírus.

 1 – Evite o bombardeio de informações

A internet, as redes sociais e os grupos de WhatsApp estão abarrotados de informações sobre o novo coronavírus e, infelizmente, há muita informação falsa percorrendo em rede. Esse excesso de conteúdo pode ocasionar um estado mental de constante alerta, prejudicando o relaxamento e capacidade de discernimento. Por isso, evite o excesso, consulte canais oficiais, assista ou leia o jornal uma vez ao dia.

✔ Dica: filtre notícias que possam influenciar o seu humor.

2 – Evite se fazer de vítima

O momento atual de isolamento é necessário para um bem maior: o cuidado com a saúde de todos para conter a proliferação do novo coronavírus. Por isso, evite pensamentos vitimistas, achando que o fato de estar isolado é algo ruim, punitivo. Lembre-se que se trata de uma situação temporária em prol de uma causa justa.

✔ Dica: ressignifique o momento atual como pessoa consciente da importância dessa contribuição.

 3 – Evite sentir-se só

Existe uma diferença entre solidão e solitude e ambos esses sentimentos transitam entre as pessoas que precisam se isolar neste momento. A solitude é uma calma interior, a solidão é um vazio interno que pode potencializar a depressão. Por isso, é essencial utilizar diversos recursos, tecnologia, jogos, brincadeiras, leitura, dança para se fazer ativo e presente. Ligue para os amigos e familiares, faça videoconferências, mande mensagens. Ninguém está só!

✔ Dica: dá pra promover encontros sociais virtualmente.

 4 – Evite ser pessimista

O pessimismo impede a percepção de novos cenários, o que implica em deixar de buscar ou enxergar soluções. É preciso se permitir a pensar de forma diferente para aliviar o sentimento ruim causado pelo momento atual.

✔ Dica: tenha fé, leia livros de autoajuda, busque outras perspectivas e lembre-se: nada é estável.

 5 – Evite o ócio

O ser humano precisa de movimento. Não é porque você está em casa que não pode fazer nada. Isso pode causar desânimo! Aproveite os recursos disponibilizados gratuitamente para praticar atividades físicas, aprenda novas receitas de culinária, leia um novo livro, assista a filmes, documentários e séries. Aprenda uma nova língua on-line, faxine a casa, organize o ambiente, livre-se do que não usa mais, recicle, enfim, mantenha-se ativo.

✔ Dica: alivie a tensão do isolamento com atividades que você gosta.

 6 – Evite a desorganização do seu tempo

Você tem propósitos e missões diárias e tentar manter a agenda pode parecer confuso nessa fase de mudança da sua rotina. Mas, é possível fazer home office seguindo alguns hábitos do seu dia: acorde cedo, tome o seu café, faça alguma atividade matinal e conecte-se com o seu trabalho. Pare para almoçar, depois foque em sua entrega, tire um tempo para o café da tarde e curta o fim do expediente (com horas de sobra) para realizar outras atividades em seu tempo livre.

✔ Dica: gerencie o tempo, considerando a sua rotina atual, sem perder o propósito.

7 – Evite beliscar alimentos a todo o momento

Beliscar demais entre as refeições põe em risco a reeducação alimentar. Ainda que sejam porções mínimas, o ato de comer a toda hora faz com que seu organismo não funcione como deveria e, em muitos casos, a balança denuncie o aumento de peso. Por isso, beba bastante água, durma bem, não pule refeições, tente comer devagar para que o cérebro registre a saciedade e busque fazer refeições saudáveis e equilibradas.

 8 – Evite consumir bebidas alcoólicas em excesso

O álcool causa tolerância e dependência em curto período de tempo, além disso, é rico em calorias e propicia o aumento de peso. Busque o equilíbrio e evite o excesso para propiciar um ambiente harmonioso, bem-humorado e longe de brigas domésticas

 9 – Evite o individualismo

O momento é delicado!  Milhares de brasileiros estão pensando em como superar diversas questões financeiras, trabalhistas, de cuidado com os idosos e crianças em casa etc. Por isso, a empatia nesses tempos difíceis é fundamental. Se puder ajudar, cooperar e cuidar do próximo, faça!

Além disso, há a questão da divisão de espaço dentro de casa, com outras pessoas do núcleo familiar. Para promover um bom ambiente a todos é interessante dialogar, colaborar, propor regras de convívio que tornem o ambiente agradável.

Fonte: Desconforto Emocional em Períodos de Isolamento por Marcos Wagner e Karoline Paiva

https://www.unimed.coop.br/viver-bem/saude-em-pauta/saude-mental-em-distanciamento-social


HOMENAGEM ÀS MAMÃES

Em comemoração à data, em 7 de maio, as mamães certajanas foram lembradas de modo carinhoso. O Grupo Integração, representado pela colega Anelise Reis, preparou uma surpresa: um vídeo especialmente produzido com fotos de cada mãe com seus filhos e um vale presente do Boticário.


DICA DE SAÚDE

Entre a meningite bacteriana, viral e eosinofílica, os sintomas podem variar, mas é importante ficar de olho nesses principais sinais e buscar orientação médica rapidamente. Além disso, vale lembrar-se da prevenção, que ocorre, principalmente, pela vacinação desde a infância, com as vacinas BCG, meningocócicas ACWY, C e B, pneumocócica 10-valente e a pentavalente. Leia a matéria e entenda mais sobre essa doença: unimed.me/Wa2Oq